Blog do InJQ

Buscar
  • Equipe InJQ

Padrões de sono em adolescentes podem estar relacionados ao desenvolvimento precoce de diabetes


Você sabia que o padrão de sono em adolescentes pode estar relacionado a alterações endocrinológicas? Sabe-se que o padrão de sono de um indivíduo é conhecido como cronotipo e, de acordo com ele, cada pessoa pode ser classificada em matutina ou vespertina.

Os indivíduos matutinos apresentam preferência por acordar nas primeiras horas da manhã e encontram dificuldades em manterem-se acordados além do seu horário habitual para dormir.

Já os indivíduos vespertinos preferem dormir e acordar mais tarde, especialmente nos finais de semana, além de apresentarem menor tempo de sono durante a semana (devido a compromissos diários) e maior tempo de sono durante os fins de semana (quando compensam o sono semanal perdido). Por isso, o ciclo vigília/sono de vespertinos é mais irregular e tem baixa eficiência.

De acordo com estudo recentemente publicado no 55º Congresso Anual da Sociedade Europeia de Endocrinologia Pediátrica com adolescentes com 10 a 13 anos de idade, ter um cronotipo vespertino pode levar a consequências deletérias no metabolismo da glicose.

De acordo com a Dra. Magdalena Dummin, líder da pesquisa, a preferência por dormir mais tarde e, consequentemente, ingerir alimentos mais tarde está associada a maior índice de massa corporal, risco maior de desenvolver Diabetes Mellitus tipo 2 e de hipertensão na idade adulta.

Assim, de acordo com as conclusões do estudo, ter um cronotipo vespertino durante a adolescência e, consequentemente, um padrão de sono mais fragmentado apresenta efeito deletério no metabolismo do açúcar no sangue, mesmo em adolescentes considerados magros.

Dr. Jaime Lin CRM/SC 11401 Especialista em Pediatria – RQE 8287 Especialista em Neurologia Pediátrica – RQE 8330

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708