Blog do InJQ

Buscar
  • Ex-colaboradores InJQ

Dia 21 de março: dia internacional da Síndrome de Down

Dentre os 365 dias do ano, o “21/03” foi inteligentemente escolhido porque a Síndrome de Down é uma alteração genética no cromossomo “21”, que deve ser formado por um par, mas no caso das pessoas com a síndrome, existem “3” exemplares (trissomia). A ideia surgiu através da Down Syndrome International, representada pelo geneticista da Universidade de Genebra, Stylianos E. Antonorakis, e foi referendada pela Organização das Nações Unidas em seu calendário oficial.

Clinicamente, a Síndrome de Down (SD) caracteriza-se por prega palpebral, prega palmar única, diminuição do tamanho da boca, atraso no crescimento, membros curtos, mãos e dedos pequenos.

É importante salientar que as crianças com SD estão mais sujeitas a complicações neurológicas quando comparadas à população geral. Uma característica marcante da síndrome é a hipotonia (fraqueza e diminuição da resistência muscular), que leva ao atraso na aquisição dos marcos do desenvolvimento, à dificuldade em manter o equilíbrio (especialmente do tronco) e à frouxidão dos ligamentos do corpo.

Indivíduos com SD apresentam, ainda, uma probabilidade maior de terem epilepsia, além de outras condições não neurológicas, como infecções de ouvido, hipotireoidismo, diabetes e doenças cardíacas.

Mais importante, ainda, que alertar para os sintomas, é chamar a atenção da população a respeito das capacidades das pessoas com a Síndrome de Down. Elas possuem tantas qualidades quanto aos demais indivíduos e nada as impede de terem uma vida social plena e feliz.

Desta forma, neste dia tão simbólico, vamos encarar a Síndrome de Down como “um cromossomo a mais de amor”, como muitas campanhas de conscientização já a definem. Para todas as dificuldades, no entanto, o neuropediatra estará lá para ajudar!

Dr. Jaime Lin

CRM/SC 11401

Especialista em Pediatria – RQE 8287

Especialista em Neurologia Pediátrica – RQE 8330

Destaques
Mais Recentes