Blog do InJQ

Buscar
  • Dr.ª Amanda Bittencourt

Demências: como posso preveni-las?


Demência é uma condição médica caracterizada por declínio cognitivo, cursando com alterações na memória, funções executivas, habilidades visuoespaciais, linguagem e comportamento, distúrbios neuropsiquiátricos e alterações da funcionalidade do indivíduo, gerando dificuldade e limitações em suas atividades diárias, sociais, bem como profissionais.

Entre as causas de síndromes demenciais, temos a doença de Alzheimer como a principal entre elas. Esta doença neurodegenerativa, em que alterações bioquímicas e estruturais no cérebro vão se desenvolvendo e progredindo, até o momento, não apresenta uma cura. Então, uma das perguntas muito importante sobre o tema é “como posso preveni-la?”.

Infelizmente, não há medicamento que previna a demência. No caso específico da doença de Alzheimer, não há medicação com efeito neuroprotetor que evite o seu desenvolvimento.

Há evidências de que a prática regular de atividades físicas, em pelo menos 150 minutos por semana, associada à estimulação cognitiva e contato social, juntamente com uma alimentação balanceada, como por exemplo, a chamada dieta do mediterrâneo, com baixa a moderada ingesta de gorduras saturadas, carne e produtos lácteos e sem excesso de carboidratos, rica em frutas, verduras, peixes, amêndoas e ácidos graxos insaturados, na maior parte sob a forma de azeite, tem efeito de prevenir ou retardar o aparecimento da demência.

Não podemos esquecer o controle dos vários fatores de risco presentes também nas desordens cardiovasculares: hipertensão arterial crônica, diabetes, dislipidemia, fibrilação atrial crônica, insuficiência cardíaca congestiva, doença arterial periférica, obesidade, tabagismo e etilismo. O combate a esses fatores reduzem lesões vasculares cerebrais que facilitariam o aparecimento de doenças degenerativas como a doença de Alzheimer.

Outros fatores de risco que também devem ser combatidos é baixa escolaridade, ausência de atividades cognitivas e de lazer durante a vida, bem como baixo nível socioeconômico, muitas vezes associado a problemas de desenvolvimento cerebral por desnutrição, falta de estimulo e exposição a doenças. Tais fatores estão relacionados com nossa reserva cognitiva e cerebral, fator protetor contra as demências.

Mais uma vez, a ênfase em uma vida com hábitos saudáveis atua como importante fator protetor contra muitas doenças, inclusive as demências. Comece já a praticar a sua prevenção.

Dra Amanda Bittencourt

CRM SC 19987

Médica neurologista - RQE 14929

amanda.bittencourt@injq.com.br

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708