Blog do InJQ

Buscar
  • Ex-colaboradores InJQ

Esquecimento e queixa de memória


Uma queixa comum atualmente é a queixa de que se está esquecido. É frequente ouvirmos ou até mesmo vivenciarmos, esquecer algumas coisas comuns no dia a dia como: onde guardou chaves, esquecer algum compromisso ou repetir algum recado. Porém, quando esses pequenos “lapsos” que acontecem frequentemente no dia a dia devem ser preocupantes?

É importante que se saiba que nem sempre uma queixa de memória significa ser Mal de Alzheimer. Alguns esquecimentos triviais podem fazer parte do dia a dia principalmente se a pessoa estiver desatenta, sonolenta ou realizando diversas tarefas ao mesmo tempo.

Caracteriza- se como demência quando há, junto da queixa cognitiva, comprometimento funcional. Ou seja, alguma tarefa que a pessoa era capaz de executar facilmente no seu dia a dia passa a ser realizada com dificuldades ou não ser mais capaz de fazê-la. Uma receita que a pessoa conseguia fazer sem olhar no caderno passa a ser difícil de faze-la se não a ler no livro de receitas. Ou até mesmo lidar com dinheiro (como pagar contas, organizar finanças ou receber troco) passa a ser realizado com dificuldades.

Algumas causas que levam a esquecimento são tratáveis como, por exemplo, carência vitamínicas, hipotireoidismo e infecções. Outras causas, como Demência tipo Alzheimer, Demência por Corpos de Lewy ou Demência vasculares possuem tratamentos disponíveis que ajudam a amenizar os sintomas.

Procure um neurologista caso se sinta com piora da memória ou se você perceber que algum familiar apresenta algum quadro de esquecimento. Quanto mais precoce é o diagnóstico e o tratamento, melhor.

Dra. Aline Vieira Scarlatelli Lima Bardini

CRM/SC 17013 Especialista em Neurologia – RQE 8843 Especialista em Neurofisiologia – RQE 9831

Especialista em Medicina do Sono – RQE 14928

Destaques
Mais Recentes