Blog do InJQ

Buscar
  • Dr. Jaime Lin

Consumo de álcool durante o aleitamento materno pode reduzir a inteligência das crianças


É de conhecimento geral que o consumo de bebidas alcoólicas durante a gestação não é seguro, visto que pode prejudicar o desenvolvimento neurológico das crianças. O que uma nova pesquisa revela agora, é que também não é seguro ingerir álcool durante a amamentação.

De acordo com estudo recentemente publicado no importante periódico Pediatrics, pesquisadores chegaram à conclusão de que crianças, cujas mães consumiram bebidas alcoólicas durante o período de aleitamento materno, apresentaram diminuição do raciocínio por volta dos 6 anos de idade.

Para chegar a essa conclusão, foram avaliadas mais de 5 mil crianças ao longo dos anos e se verificou que o consumo de bebidas alcoólicas durante o período de aleitamento materno estaria relacionado à prejuízo cognitivo na idade escolar.

Além disso, a pesquisa demonstrou que métodos utilizados tradicionalmente pelas mulheres, como coletar o leite logo após o consumo de álcool e jogar fora, não são eficazes. Viu-se que essa prática não diminui a concentração de etanol no leite materno porque o álcool permanecerá presente enquanto estiver no sangue da mãe.

Outra estratégia comumente utilizada, é ingerir bebidas alcoólicas apenas imediatamente após amamentar, na tentativa de minimizar a exposição ao etanol. Entretanto, o fato de ser difícil predizer a hora exata em que o bebê irá mamar novamente acaba por atrapalhar essa estratégia.

Em resumo, crianças cujas mães consumiram bebidas alcoólicas durante o aleitamento materno foram mais propensas a ter pontuações baixas em testes neuropsicológicos - que avaliam capacidade de raciocínio - e não existem métodos considerados seguros para que as mães consumam bebidas alcoólicas e continuem amamentando.

Essas descobertas não trazem novidades, quando se considera os já conhecidos efeitos nocivos do álcool no desenvolvimento cerebral. A grande novidade está no fato de que essa preocupação deve estender-se para além do período gestacional.

Dr. Jaime Lin CRM/SC 11401 Especialista em Pediatria – RQE 8287 Especialista em Neurologia Pediátrica – RQE 8330

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708