Blog do InJQ

Buscar
  • Dr.ª Bárbara Sawitzki Jost

Crises convulsivas febris


O episódio convulsivo é sempre um temor dos pais. As crises convulsivas febris ocorrem na vigência de febre, na ausência de infecção intracraniana, é um evento próprio da infância, ocorrendo entre 3 meses e 5 anos (pico 20 meses), excluindo-se crianças que já tiveram crises afebris.

Causas mais comuns são as infecções virais de trato respiratório superior que ocorrem nesta fase. A rápida elevação da temperatura e liberação de substâncias como as citocinas inflamatórias que causam uma excitabilidade neuronal, associado a fatores hereditários e um cérebro imaturo mais predisposto a crises, favorece a ocorrência de convulsões nesta faixa etária.

Dividimos as crises febris em dois tipos. Crises simples- 75% casos, crises tônico-clônicas generalizadas de breve duração (nunca ultrapassando 15 minutos) e que não se repetem em 24 horas. Crises complexas ou complicadas-25% casos, focais ou muito prolongadas (duração maior de 15 minutos) ou recorrem em 24 horas.

A investigação complementar, com exames laboratoriais pode ser necessário para o esclarecimento da causa da febre. Quando a causa não está evidente a suspeita de infecção de sistema nervoso central como meningite deve ser levantada. Eletroencefalograma e exames de imagem com ressonância magnética e tomografia somente estão indicados para crises complexas ou com alterações em exame neurológico.

O prognóstico é favorável na maioria das crianças e geralmente não é necessário o uso de medicação. Fatores de risco para recorrência de crises febris são:

  • História familiar de epilepsia

  • Presença de crise febril complicada

  • Alteração do exame neurológico

Se um ou mais fatores para recorrência estiver presente, associado a alterações em exames, o tratamento profilático poderá ser realizado. A escolha do melhor tratamento deve ser individualizada de acordo com o tipo de crise e realizados juntamente com a família.

Dra Bárbara Sawitzki Jost

Especialista em Pediatria-RQE- 16823

Especialista em Neurologia Pediátrica- RQE-16849

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708