Blog do InJQ

Buscar
  • Dr. Davi Francisco Machado

Os pilares da mudança de estilo de vida


Nos dias atuais, grande parcela da população encontra-se descontente com seu peso ou suas medidas. Vivemos uma crise financeira, que “obriga” a maior doação ao trabalho, moramos em cidades perigosas, que “impedem” simples caminhadas e passamos por um período de terrorismo nutricional, onde cada dia um novo alimento se torna o vilão da vez.

Em meio a tudo isto, aumenta a prevalência de obesidade. Nem por isso estamos bem nutridos. Corta-se o glúten, somem os derivados de leite. Por quê? Pois “precisamos” estar bem para o próximo verão.

No entanto, esquecemos que nosso corpo é a maquina mais perfeita já inventada. Ele se adapta a diminuição de ingesta alimentar. Tudo fica mais lento, e a balança não acompanha a restrição. Como não agüentamos, restrição acaba gerando compulsão. Surgem enfim os transtornos alimentares. Males da vida moderna.

Enquanto não se pensa em longo prazo o processo do emagrecimento e, principalmente, da melhora da qualidade de vida, não surgirão os reais e benéficos resultados.

A mudança no estilo de vida baseia-se em seis pilares, que todos conhecemos, mas nunca os valorizamos: Alimentação, Atividade física, Sono, Hidratação, Habito intestinal e Bem estar psicológico.

A alimentação deve ser equilibrada, sem exageros, mas sem restrições; a não ser que o paciente realmente tenha uma intolerância alimentar, que receba recomendação médica ou de nutricionista para evitar tal alimento. NUNCA deve seguir modas. Somos únicos, não somos todos iguais. A atividade física deve ser a mais agradável ao indivíduo. Luta, dança, natação, corrida, vale tudo! Desde que gere prazer e que possa ser realizada a longo prazo.

Hidratação adequada, ingestão de fibras alimentares e ser ativo fisicamente, desencadeiam bom funcionamento de nossas excreções: fezes e urina. Nossos filtros precisam estar funcionando para a “máquina” continuar. O sono, tão menosprezado, é essencial, para recarregar as energias, manter os ciclos hormonais na forma em que devem ser liberados.

Por fim, mas não menos importante, o equilíbrio psicológico e o auto-conhecimento nos fazem perceber nossos medos, excessos, anseios e limites. Quando nos conhecemos, sabemos onde erramos e acertamos, e reconhecemos que bons resultados dependem de nós.

Procure ajuda de um profissional habilitado. Endocrinologistas, psicólogos, nutricionistas, psiquiatras e educadores físicos poderão fortalecer seus pilares e edificar seu bem mais precioso: sua vida!

Dr. Davi Francisco Machado

Médico Endocrinologista – CRM 19947 – RQE 15781

drdaviendocrino@hotmail.com

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708