Blog do InJQ

Buscar
  • Dr. Roberto Alves de Oliveira

DEVEMOS FALAR DE SUICÍDIO!


Houve momentos em nossa história que falar de suicídio era um problema, não que esse tema tenha sido superado totalmente, mas hoje conseguimos e devemos falar de suicídio abertamente, pois é um grave problema de saúde pública e uma das principais causas de morte no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 800.000 pessoas morrem por suicídio a cada ano, sendo que somente no Brasil são aproximadamente 10.000 casos por ano.

Com uma população de mais de 200 milhões, o Brasil é o quinto maior país do mundo e o oitavo mais rico em Produto Interno Bruto (PIB). Além disso, também tem um dos níveis mais altos do mundo de desigualdade social e de renda, que tem impacto direto na saúde da população e nas causas de morte, como o suicídio.

Em um estudo recentemente publicado pelo “Brazilian Journal Psychiatry”, em que foram avaliadas as taxas de suicídio entre os anos de 1997 e 2015, que avaliou o suicídio em todos os estados brasileiros usando dados obtidos do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde do Brasil, foi avaliada a incidência de suicídios entre 15 a 60 anos de idade em ambos os sexos. Nesse período estudado ocorreram 164.276 suicídios em pessoas com 15 anos ou mais no Brasil. Os homens representaram 79,3% do total de mortes. Considerando as faixas etárias analisadas, 32,4% dos óbitos ocorreram entre pessoas de 40 a 59 anos, 30,7% entre pessoas de 15 a 29 anos, 21,6% entre 30 e 39 anos e 15,3% entre 60 e mais anos.

Este estudo demonstra que não conseguiremos atingir a redução na taxa de suicídios estabelecida pela Organização Mundial da Saúde – OMS, para 2020, onde se esperava diminuir em 10% a incidência de suicídios.

Devemos sempre ficar atentos e falar de suicídio nas escolas, no trabalho, em grupos de amigos e em casa, pois somente falando sobre ele vamos criar ferramentas para combate-lo. Sempre podemos dar uma palavra de alento e ajudar a salvar uma vida.

Para maiores informações sobre o estudo consulte o link a baixo:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30785540/

Roberto Alves de Oliveira

Psiquiatra

CRM/SC:19.746

RQE:17272

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708