Blog do InJQ

Buscar
  • Dr.ª Kelen Cancellier Cechinel Recco

Anorexia, Bulimia, Compulsão: o que são Transtornos Alimentares?

Transtornos Alimentares são disfunções de saúde mental que afetam o comportamento de uma pessoa em relação aos hábitos alimentares, tais como anorexia, bulimia e compulsão alimentar, causando sofrimento e até outros problemas de saúde agregados, e que necessita de tratamento psiquiátrico e, em alguns casos, de internação hospitalar.

Muitas pessoas podem estar sofrendo por um transtorno psiquiátrico e talvez nem percebam que estejam doentes. Essas são as pessoas acometidas pelo Transtorno Alimentar, um grupo de doença mental que se define por padrões de comportamento alimentares desviantes que afetam negativamente a saúde física ou mental do indivíduo.

Você certamente já deve ter ouvido falar em várias deles, pois frequentemente é tema em novelas, seriados e reportagens mundo a fora.

Anorexia e Bulimia

A Anorexia Nervosa e a Bulimia Nervosa são as mais conhecidas entre os transtornos alimentares.

A Anorexia Nervosa é um padrão alimentar muito restritivo, ou seja, a pessoa come muito pouco, tem muito baixo peso e medo extremo de engordar, a ponto de ficar com problemas decorrentes da subnutrição.

Já na Bulimia Nervosa, a pessoa tende a ter um peso saudável ou acima do peso e tem um padrão de ingerir uma grande quantidade de alimento e depois apresentar um comportamento purgativo, com a intenção de se livrar das calorias excessivas obtidas (por exemplo, provocar vômitos, usar laxantes ou até mesmo fazer exercícios excessivos para tentar compensar).

Compulsão alimentar e outros

Outro exemplo de Transtorno Alimentar é o Transtorno de Compulsão Alimentar, em que a pessoa ingere uma quantidade anormalmente grande de alimento, principalmente muito calórico, em um curto espaço de tempo, e depois normalmente a pessoa sente que não consegue controlar essa ingestão. Geralmente comem sozinhos e até estarem com a sensação de desconfortavelmente “saturados”.

Além dos acimas citados há também outros como a Síndrome do Comer Noturno, Transtorno de Ruminação, Síndrome de Pica (alotriofagia), etc.

Consequências dos Transtornos Alimentares

Quando esse processo chega a um nível patológico, geralmente a pessoa também apresenta depressão, ansiedade e abuso de substâncias. O prejuízo na vida pessoal, escolar e profissional é visível, levando a uma qualidade de vida ruim.

Tratamentos para Transtornos Alimentares

Existe tratamento adequado para as pessoas que estão sofrendo com um Transtorno Alimentar. Ele é englobado principalmente por uma equipe multiprofissional, com médico psiquiatra, psicólogo, nutricionista e clínico geral.

Em casos extremos, a internação hospitalar pode ser necessária.

Procure um especialista, cuide de sua saúde!

Kelen Cancellier Cechinel Recco

Médica Psiquiatra

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA | DEPENDÊNCIA QUÍMICA  

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708