Blog do InJQ

Buscar
  • Dr.ª Kelen Cancellier Cechinel Recco

Novembro Azul: e como fica a saúde mental dos homens?

Novembro Azul é uma campanha de conscientização voltada para o público masculino sobre prevenção do câncer de próstata, mas que nos traz à reflexão também a saúde do homem em geral, e em especial a saúde mental dos homens.



A campanha Novembro Azul chegou no Brasil há 13 anos, visando a conscientizar sobre o câncer de próstata, o segundo câncer que mais acomete os homens no país, e incentivar a população masculina a buscar atendimento para que haja diagnóstico precoce da doença. Quanto tratado em fase inicial, há altos índices de cura.


Porém, devido ao tabu envolvido em relação aos exames que detectam alteração no órgão e pela falta de procura médica, muitos homens são diagnosticados em estados mais avançados, resultando em taxas altas de óbito.


Infelizmente, a não procura por atendimento em saúde e os preconceitos não se restringem somente à uma só esfera. Os homens costumam buscar serviços de saúde somente com o agravamento das suas condições, em situações de emergência ou quando já se tornam crônicos.


Inclusive, isso faz com que a expectativa de vida dos homens seja diminuída: no Brasil, por exemplo, os homens chegam a viver 7 anos menos que as mulheres, em média.


Saúde Mental dos Homens


Na saúde mental dos homens, tudo isso fica evidenciado quando olhamos para os números de suicídio. Um relatório feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS), antes da pandemia, mostrou que os homens morrem mais por suicídio do que as mulheres (12,6/100 mil homens em comparação com 5,4/100 mil mulheres), apesar de elas terem mais riscos de desenvolverem depressão e bipolaridade.


É importante que os homens e suas famílias entendam que sofrimento psiquiátrico não é sinal de fraqueza e sim de necessidade de acompanhamento médico. Situações estressantes diárias e sem atividades que promovam bem-estar (como prática de atividade física, alimentação equilibrada e boas relações sociais) geram altas cargas emocionais.


Além de interferirem na saúde física, alguns quadros pioram a saúde mental, como o alcoolismo e a dependência química, que dificultam para a pessoa manter hábitos que diminuam de forma saudável o estresse e os sintomas de transtornos de saúde mental.


Dessa forma, a procura precoce pelos serviços de saúde é uma das maiores aliadas na melhoria da saúde masculina, trazendo mais possibilidades de controle de doenças e transtornos mentais, além de manter hábitos saudáveis e cortar comportamentos de risco, evitando assim desfechos tão trágicos como os vistos na atualidade.


Tenha sempre um profissional capacitado para auxiliar nessa caminhada. Cuide de sua saúde.


Referência


Kelen Cancellier Cechinel Recco

Médica Psiquiatra

Diretora Técnica Médica do InJQ Criciúma

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277


Colaboração: Maria Eduarda Mendes Botelho

Destaques
Mais Recentes