Blog do InJQ

Buscar
  • Dr. José Aires Maggi Coelho

Maconha na adolescência pode causar esquizofrenia?

Uma chance até quatro vezes maior de desenvolver quadros esquizofrênicos foi identificada durante um estudo de longo prazo que com mais de mil pessoas adultas que fizeram uso recreativo de maconha durante a adolescência.



O abuso de maconha entre os adolescentes tem aumentado muito. Uma possível explicação para o início do uso "recreativo" seria o fato de os adolescentes terem a sensação de que a maconha seja uma droga "leve" e que não tem muitas consequências quando comparada a outras substancias ilícitas.


Estudos recentes realizados na Europa e Nova Zelândia com seguimento de longa duração confirmaram uma associação entre o uso de maconha durante a adolescência e um risco aumentado para o diagnóstico de esquizofrenia no futuro. Isso nos alerta para o fato de que o uso "inocente" de drogas durante a adolescência pode estar associado a importantes efeitos adversos a longo prazo.


Estudos concluíram que pacientes esquizofrênicos tendem a fazer uso abusivo de drogas, o que tem sido relacionado a uma necessidade do uso que seria para amenizar os sintomas perturbadores da esquizofrenia.


O que se observa é que o início do uso da maconha vem antes do aparecimento de sintomas esquizofrênicos. Isso levou os pesquisadores a pensarem que possivelmente o uso de maconha seria um fator de risco para o desenvolvimento de sintomas esquizofrênicos.


Um estudo com mais de mil adolescentes acompanhados desde o nascimento mostrou que os jovens que relataram uso de maconha apresentaram uma chance quatro vezes maior de serem diagnosticados como portadores de sintomas de esquizofrenia aos 26 anos de idade.


É importante salientar o fato que não há nenhuma evidência na literatura de que o “uso ocasional” de maconha poderia provocar efeitos danosos. Entretanto, os achados dos presentes estudos são bastante relevantes, tanto sobre o ponto de vista clínico como sobre o ponto de vista de saúde pública. Porém, o uso regular e frequente de maconha apresenta um risco potencial para o desenvolvimento de transtornos esquizofrênicos, particularmente em indivíduos vulneráveis.


Portanto, iniciativas com o objetivo de reduzir o uso de maconha entre os jovens poderiam ter um impacto positivo na prevenção de futuros casos de esquizofrenia.


Converse com seu médico especialista.


Referências




José Aires Maggi Coelho

Médico Psiquiatra

CRM-SC 12.189 | RQE 17.439

Destaques