Blog do InJQ

Buscar
  • Dr. João Luciano de Quevedo

Transtorno Bipolar: pesquisa investiga células-tronco como tratamento

Células-tronco podem ser um caminho para o tratamento ao Transtorno Bipolar Resistente, segundo uma pesquisa lançada na Universidade do Texas, nos EUA. O médico psiquiatra brasileiro Dr. João Quevedo é um dos cientistas que integram esta pesquisa.



O que é o Transtorno Bipolar Resistente?


O Transtorno Bipolar é caracterizado por mudanças drásticas no humor, energia e níveis de atividade que podem afetar a habilidade de uma pessoa conduzir tarefas diárias, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental, nos Estados Unidos (EUA). Pessoas com este transtorno podem alternar entre Depressão e Mania.


Aproximadamente 2,8% dos adultos nos EUA tinham Transtorno Bipolar em 2016, e uma ampla porção deles não apresentavam uma resposta satisfatória aos tratamentos disponíveis. Este é o chamado Transtorno Bipolar Resistente ao Tratamento.



O que são células-tronco?


Células-tronco são células especiais com potencial para se adaptarem e assumirem a função de praticamente todas as demais células do organismo.


As células-tronco do tipo mesenquimais são ótimas para regenerar tecidos lesionados, graças à alta capacidade elástica delas, se adaptando de acordo com o local em que são colocadas.


Células-tronco na Saúde Mental


Em um estudo publicado em 2010, cientistas reportaram que células-tronco mostraram eficácia em doenças neurodegenerativas que possuem diversas estruturas biológicas do Transtorno Bipolar, tais como a Doença de Parkinson, sem efeitos colaterais.


O Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas em Houston (UTHealth) vem estudando células-tronco para acidentes vasculares cerebrais e danos cerebrais traumáticos há mais de duas décadas.


Segundo estudos já publicados por pesquisadores da UTHealth, as células-tronco têm mostrado um efeito amenizador de inflamações, o qual foi associado à doença Bipolar. Marcadores inflamatórios também foram associados à redução da probabilidade de resposta ao tratamento em pessoas com Transtorno Bipolar.



Células-tronco no combate ao Transtorno Bipolar


Um ensaio clínico para avaliar a segurança e eficácia da terapia com células-tronco para Depressão Bipolar Resistente ao Tratamento foi lançado recentemente na UTHealth - pesquisa da qual faz parte o Dr. João Quevedo, do InJQ.


Sobre a pesquisa, o diretor do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento da UTHealth, Dr. Jair Soares, declarou:


"Uma vez que as células-tronco mesenquimais são conhecidas por combater inflamações e promover a neurogênese, temos esperança de que elas promovam uma terapia inovadora para pacientes com Depressão Bipolar Resistente.

Segundo Dr. Soares, essas células-tronco mesenquimais podem, dependendo dos resultados, reduzir a morbidade e a mortalidade associadas a essa doença.



Como funcionará a pesquisa?


Este teste será do tipo duplo-cego, randomizado e com controle de placebo. Vai utilizar células-tronco mesenquimais alogênicas, que são células multipotentes retiradas de um doador de medula óssea.


O ensaio envolverá 30 pacientes, que receberão uma única injeção, seja de células-tronco ou de placebo, e continuarão recebendo o tratamento comum de depressão bipolar por oito semanas desse estudo.


Alguns dos cientistas da pesquisa de células-tronco para possível tratamento do Transtorno Bipolar Resistente e que também são membros da UTHealth são o Dr. João Quevedo, Dr. Charles Cox Jr., Dr. Fabio Triolo e Dr. Jair Soares, dentre outros coinvestigadores.



Artigo reproduzido com informações de Deborah Mann Lake.


InJQ - Sua vida é o que nos inspira.

João Luciano de Quevedo

Médico Psiquiatra - Doutor em Ciências Biológicas

CRM-SC 9.060 | RQE 5.058

Coordenador do Programa de Psiquiatria Translacional e Diretor da Clínica de Depressão Resistente ao Tratamento da Universidade do Texas (UTHealth), EUA.

Destaques
Mais Recentes
Biblioteca

INSTITUTO DE NEUROCIÊNCIAS DR. JOÃO QUEVEDO

NEUROCIÊNCIA, PSIQUIATRIA E ENSINO PARA VIVER MELHOR

Ligue  0800-006-2307 | contato@injq.com.br

 

PSIQUIATRIA | NEUROLOGIA

CONSULTAS | ATENDIMENTO DOMICILIAR | INTERNAÇÃO

CRIANÇAS E ADOLESCENTES | ADULTOS | IDOSOS

  • Instagram Instituto João Quevedo
  • Facebook Instituto João Quevedo

Acompanhe as novidades

nas mídias sociais.

Diretora Técnica Médica (Criciúma):

Drª. Kelen Cancellier Cechinel Recco

CRM-SC 13.394 | RQE 10.277

Diretora Técnica Médica (Araranguá):

Drª. Ritele Hernandez da Silva

CRM-SC 11.444 | RQE 11.334

Diretor Técnico Médico (Turvo):

Dr. Rafael Arceno

CRM-SC 18.994 | RQE 14.708